Gulbenkian patrocina mapa-mundo do património português

Como se define o que é o património português no mundo? É tudo o que foi construído pelos portugueses? Ou tudo o que, de uma forma ou outra, foi influenciado pela presença de portugueses? A Gulbenkian acaba de editar três volumes com um levantamento inédito, sob a coordenação do Prof. José Mattoso.

São do Jornal Público, os extractos que se seguem:

“Quisemos nestes três volumes dar uma panorâmica objectiva da influência portuguesa no diálogo de culturas”, afirma José Mattoso. “O que se pretendeu foi dar informação acerca do estado em que estão [os edifícios e monumentos], das condições históricas em que foram produzidos, de qual é o seu valor.”

Themudo Barata lamenta acima de tudo é o “abandono” das comunidades locais ligadas a Portugal. “Abandonámo-los completamente, coisa que nem os espanhóis nem os italianos fizeram. Não há dinheiro para refazer tudo o que existe – é um património de tal maneira gigantesco que só o podemos preservar através do apoio às comunidades locais.”

Para saber mais sobre este assunto, leia o texto completo aqui.

Anúncios

Sobre clube11raizes

Clube de Divulgação e Defesa do Património
Esta entrada foi publicada em Notícias, Património, Património Mundial de Origem Portuguesa. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s