5 de Outubro de 1910 – advento da República

A revolução republicana, a 1.ª grande revolução portuguesa do século XX, teve início em Lisboa na madrugada do dia 4 de Outubro de 1910. No entanto, as razões que originaram esta revolução nasceram muito mais cedo, no século XIX. A juntar ao descontentamento da população com a monarquia, estiveram as ideias de liberdade e igualdade proclamadas pela revolução francesa de 1789, trazidas “nas mochilas” dos soldados de Napoleão, que  participaram nas invasões francesas a Portugal, bem como os ideais proclamados pela Revolução Liberal de 1820.

Os sucessivos governos monárquicos não conseguiram melhorar as condições de vida da população, o rei e a família real eram criticados por gastarem o dinheiro do reino, os pobres estavam cada vez mais pobres e, inversamente, os ricos enriqueciam cada vez mais.

Também a a questão da desistência do “Mapa cor-de-rosa”, provocada pelo Ultimato inglês, exigindo que Portugal deixasse os territórios africanos entre Angola e Moçambique, originou o descontentamento da população e enfraqueceu a monarquia.

Ao mesmo tempo crescia o Partido Republicano, proclamando que à frente do governo da nação deveria estar um Presidente, eleito, e não um Rei, cujo cargo era hereditário e, por isso, possibilitaria que nem sempre o monarca fosse o melhor e mais competente para governar.

Após uma primeira revolta armada contra a monarquia, levada a cabo a 31 de Janeiro de 1891, seguiu-se o assassinato do Rei D. Carlos e do príncipe herdeiro, D. Luís Filipe, a 1 de Fevereiro de 1908.  Assumiu o trono D. Manuel II, com apenas 18 anos de idade, num momento bastante conturbado da vida política portuguesa e que não conseguiu demover os republicanos dos seus intentos.

Apesar de apoiada pelos populares, a revolução de Outubro de 1910, foi dirigida por membros do exército e por alguns civis, mais cultos e promotores das ideias republicanas. Após alguma resistência das forças fiéis à monarquia e de alguns confrontos militares, a revolução republicana saiu vitoriosa e, na manhã de 5 de Outubro de 1910, José Relvas e outros membros do Diretório do Partido Republicano Português, à varanda da Câmara  Municipal de Lisboa, perante o aplauso de milhares de pessoas, proclamaram a República.

A partir de 5 de Outubro de 1910, Portugal deixou de ter um regime monárquico e passou a ter um regime republicano, no qual a figura máxima do Estado é o Presidente da República, cujo cargo é obtido através de eleição e é temporário. Adotou-se o Hino Nacional “A Portuguesa”, a bandeira vermelha e verde e a moeda passou a a ser o escudo.

Para saber um pouco mais, clique aqui.

Anúncios

Sobre clube11raizes

Clube de Divulgação e Defesa do Património
Esta entrada foi publicada em Curiosidades, Mais recente com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s